Seminário de Ufologia Avançada

  1. Seminário de Ufologia Avançada no RIO DE JANEIRO

    Contatos Imediatos no Litoral do Rio de Janeiro
    A Realidade da Conexão Espiritual

    Dia 26 de Janeiro (domingo), das 15 às 19 Horas...

    CASA DE PADRE PIO

    (Rua Assunção, 297 - Botafogo - Rio de Janeiro - RJ)

    CONFERENCISTAS

    Arthur Sérgio Neto

    Consultor da revista UFO, pesquisador de campo, teve várias experiências com UFOs.

    “O Caso Ogliméia Mozard”

    Apresenta a impressionante experiência de contato mantida na cidade de Araruama (RJ), quando vários seres extraplanetários “invadiram” a casa da Sra. Ogliméia Mozard. O caso foi investigado também pelo ufólogo Marco Antonio Petit, com regressão de memória desenvolvida pela psicóloga Gilda Moura. Será apresentada inclusive a gravação (vídeo) realizada durante a hipnose. As investigações revelaram que Ogliméia vinha mantendo experiências com os UFOs desde a idade de 5 anos.

    Orlando de Souza Barbosa Jr.

    Consultor da revista UFO, biólogo marinho, autor do livro “Maias e Hopis – povos fugitivos de uma catástrofe cósmica”, etc.

    “Dos Extraterrestres À Extraespiritualidade”

    Apresenta um mergulho profundo na transcendência da presença alienígena e a verdadeira essência do espírito. Essa conferência, também inédita, e que estará sendo apresentada pela primeira vez na Casa de Padre Pio, provocará com certeza muitas reflexões (não pode ser apresentada no evento passado).

    * Participação especial do ufólogo e escritor MARCO ANTONIO PETIT, co-editor da revista UFO e autor de sete livros, que abordam diferentes aspectos da Ufologia, que apresentará o tema “UFOs e ETs no litoral do Estado do Rio de Janeiro”.

    * Evento ilustrado com farta documentação visual (fotos e filmes).

    Inscrições: (R$ 40,00) no local, no dia do evento a partir das 14:30 hm.

    Informações: marcoantoniopetit@gmail.com / (21) 9584-1014.

    http://marcoantoniopetit.blogspot.com/

    https://www.facebook.com/marco.petit.982

    https://www.facebook.com/marcoantoniopetitdecastro

    Apoio:

    Revista UFO (www.ufo.com.br)

    Casa de Padre Pio (http://www.padrepio.org.br/)

    Pilares de Hermes – Escola de Mistérios (pilaresdehermes@gmail.com).

    A ilustração é de autoria do artista plástico Lielzo Azabuja. Foi realizada inspirada em um caso de contato ocorrido na cidade de Valença (RJ).
    Ver mais
    Foto: Seminário de Ufologia Avançada no RIO DE JANEIRO  Contatos Imediatos no Litoral do Rio de Janeiro A Realidade da Conexão Espiritual  Dia 26 de Janeiro (domingo), das 15 às 19 Horas  CASA DE PADRE PIO  (Rua Assunção, 297 - Botafogo - Rio de Janeiro - RJ)  CONFERENCISTAS  Arthur Sérgio Neto  Consultor da revista UFO, pesquisador de campo, teve várias experiências com UFOs.  “O Caso Ogliméia Mozard”  Apresenta a impressionante experiência de contato mantida na cidade de Araruama (RJ), quando vários seres extraplanetários “invadiram” a casa da Sra. Ogliméia Mozard. O caso foi investigado também pelo ufólogo Marco Antonio Petit, com regressão de memória desenvolvida pela psicóloga Gilda Moura. Será apresentada inclusive a gravação (vídeo) realizada durante a hipnose. As investigações revelaram que Ogliméia vinha mantendo experiências com os UFOs desde a idade de 5 anos.  Orlando de Souza Barbosa Jr.  Consultor da revista UFO, biólogo marinho, autor do livro “Maias e Hopis – povos fugitivos de uma catástrofe cósmica”, etc.  “Dos Extraterrestres À Extraespiritualidade”  Apresenta um mergulho profundo na transcendência da presença alienígena e a verdadeira essência do espírito. Essa conferência, também inédita, e que estará sendo apresentada pela primeira vez na Casa de Padre Pio, provocará com certeza muitas reflexões (não pode ser apresentada no evento passado).  * Participação especial do ufólogo e escritor MARCO ANTONIO PETIT, co-editor da revista UFO e autor de sete livros, que abordam diferentes aspectos da Ufologia, que apresentará o tema “UFOs e ETs no litoral do Estado do Rio de Janeiro”.  * Evento ilustrado com farta documentação visual (fotos e filmes).  Inscrições: (R$ 40,00) no local, no dia do evento a partir das 14:30 hm.  Informações: marcoantoniopetit@gmail.com / (21) 9584-1014.  http://marcoantoniopetit.blogspot.com/  https://www.facebook.com/marco.petit.982  https://www.facebook.com/marcoantoniopetitdecastro  Apoio:  Revista UFO (www.ufo.com.br)  Casa de Padre Pio (http://www.padrepio.org.br/)  Pilares de Hermes – Escola de Mistérios (pilaresdehermes@gmail.com).  A ilustração é de autoria do artista plástico Lielzo Azabuja. Foi realizada inspirada em um caso de contato ocorrido na cidade de Valença (RJ).

Mensagem da Presidencia

A querida família da Casa de Padre Pio,

Desejo uma Feliz Páscoa a todos voces companheiros de
jornada e suas respectivas famílias. Que possamos estar cada vez mais unidos de coração no amor, na fé , na alegria de viver e na caridade.

Em anexo repasso para voces uma mensagem simples e profunda que recebi de uma amiga para refletirmos !

Muita PAZ, LUZ e HARMONIA hoje e sempre!

Qua Padre Pio se sua amorosa falange continuem nos abençoando, nos amparando e inspirando.

Abraços
fraternos, Lucia Pires

Curas Espirituais

A MATRIZ VIVA -- A NOVA CIÊNCIA DA CURA

Cura Energética ~Gregg Braden

Assitam a este vídeo legendado que nos foi apresentado em Mendes por Luiz Augusto. Comprova cientificamente o que sempre ouvimos pelos mentores espirituais.....

Atividades da Casa de Padre Pio

Calendário 2013 Vs Abril

26 de ago de 2009

O SIGNO DE VIRGEM por Rosa Carmen

PARABÉNS VIRGINIANOS!!!!!!

Este ano o Sol entrou no signo de Virgem no dia 23 de Agosto.

No hemisfério norte o verão encaminha-se para o seu final.
Neste momento os frutos encontram-se prontos para serem colhidos e servidos a todos os seres vivos da terra, trazendo-lhes a saciedade e as substâncias necessárias para mantê-los vivos e saudáveis.
Este signo é representado por uma virgem que segura ou um ramo de trigo ou uma espiga que representam o trabalho árduo, do plantio e da colheita, que se repete todos os anos. Tem a ver com o mito grego de Deméter (Ceres para os romanos), a deusa da agricultura e Perséfone, a filha que ela teve com Júpiter. Perséfone ou Core foi raptada por Plutão (senhor do mundo subterrâneo, do mundo das trevas). Desesperada, pela perda da filha, Deméter abandonou sua posição de deusa do Olimpo e afirmou que não permitiria que a vegetação crescesse nem voltaria ao convívio dos imortais enquanto sua filha não lhe fosse entregue de volta. Como a ordem do mundo estivesse em perigo, Zeus (Júpiter) pediu a Plutão que devolvesse Perséfone. Assim chegou-se a um consenso: Daí em diante a deusa filha passaria seis meses com o marido e seis meses com a mãe. A terra cobriu-se instantaneamente de verde.
“Deméter é, pois, a Terra-Mãe, a matriz universal e, mais especificamente a mãe do grão. Sua filha Core é o grão mesmo de trigo, alimento e semente, que, escondida por certo tempo no seio da Terra, dela novamente brota em novos rebentos. Plutão é a projeção dessa semente, sendo, assim também um deus da riqueza agrária.” (Junito Brandão – Mitologia Grega, Vol.I).
O virginiano em todos os momentos, em tudo o que faz, costuma agir como um bom agricultor, analisa, cataloga, separa, discrimina. Busca incessantemente a perfeição. Esmera-se para encontrar o ponto certo em cada tarefa que realiza, aquele que imagina ser o melhor e o mais harmônico. Para isso são atentos observadores de tudo o que se passa ao seu redor, nada escapa à sua atenção.
Como um signo de terra, traz praticidade aos que nasceram sob sua égide e facilita para que sejam bem resolvidos no campo material. Virgem é regido por Mercúrio como o signo de Gêmeos, porém, um Mercúrio mais maduro, mais sério, mais exigente. As pessoas nascidas com o sol neste signo, costumam ser bons trabalhadores e esperam reconhecimento disso. Dão importância ao cumprimento do dever, com dedicação integral, o trabalho para eles é sagrado, é um ideal de vida. Ao invés de vê-lo como um sacrifício, vêm nele um sacro-ofício (um ofício sagrado). Eficientes, podem ser especialistas em várias categorias profissionais, principalmente como médicos, enfermeiros, todos da área da saúde e também professores, matemáticos, pois são detalhistas e precisos. Para eles tudo precisa ser melhorado, aperfeiçoado.
Seguem uma rotina de vida criativa que não lhes enfada nem lhes causa estresse, pois sentem prazer em todas as tarefas do dia a dia. Cuidam-se bem, procuram ter boa alimentação, cultivam uma boa saúde. Muito prestativos, podem ser as vezes exigidos demais pelos que lhe são próximos e têm dificuldade de dizer um “não” quando são solicitados.
Vivida de forma negativa, a energia do Virgem pode provocar uma baixa auto-estima, pois o excesso de exigência consigo mesmo e com os outros faz com que a pessoa nunca esteja satisfeita, aumentando sua frustração diante de qualquer engano ou erro ou quando não se sente prestigiada. Deprecia-se, fica tímida e desanimada, sente medo de ser notada. Pode tornar-se um trabalhador compulsivo, nervoso, crítico em excesso. Tendência à hipocondria, sai tomando toda espécie de remédios e fica com mania de limpeza ou, ao contrário, torna-se desleixada e tem pouca higiene. Sente-se vítima e explorado pelos outros. Vive com desorganização, ociosidade e preguiça. Superficialidade e falta de cuidados com a saúde.
Mesmo agindo de forma prática e objetiva o bom virginiano(a), em sua busca da perfeição, um atributo celeste, torna-se alguém que desenvolve uma elevadíssima procura espiritual. Como oposto ao signo de Peixes, Virgem rege a casa seis, bem no meio da jornada zodiacal. O meio do caminho do nosso desenvolvimento, da nossa busca pelo divino.
Como já dissemos ontem, estamos agora em época de colheita! Todas as sementes que plantamos nos últimos meses, estão espalhando seus frutos em nossas vidas. É um momento de sermos receptivos e prestativos, de aprendermos a aceitar os outros como são, sem muita crítica, sem grandes exigências. De valorizarmos e agradecermos a Deus por cada instante e cada experiência do nosso dia a dia. De abrirmos nossos corações e permitirmos que nossos corpos e nossos espíritos sejam alimentados por todas as bênçãos e riquezas nascidas da nossa Mãe-Terra.
Um momento de depuração e busca de aperfeiçoamento, de aprendermos a dar, receber e agradecer!

TRABALHO - APRIMORAMENTO – EFICIÊNCIA – UTILIDADE -
SAÚDE - ACEITAÇÃO - BUSCA DA PERFEIÇÃO E DE CONFIANÇA EM SI MESMO- INTERESSE PELA ECOLOGIA.


25 de ago de 2009

QUAL O MISTÉRIO DA VIDA? De César Soares dos Reis

Todos os homens têm algumas dimensões, ou forças que os movem. Uma dimensão óbvia é dada pelas forças do meio ambiente, da cultura à qual somos submetidos. A língua, os costumes, o folclore, a religião, a educação que recebemos do meio em que vivemos, contribuem de maneira decisiva para a nossa maneira de ser. Seria, assim, uma dimensão externa porque, simplesmente, age sobre nós, de fora para dentro.
Um outro conjunto de forças que atuam sobre nós tem origem em nós mesmos. São, comparativamente falando, verdadeiros animais.
É o leão em nós que nos faz desejar o mando, o domínio, reinar sobre os outros.
A águia em nós, que nos faz querer ser admirados pelos grandes vôos da inteligência.
Há a raposa, esperta, armando dificuldades para os outros. Os morcegos hematófagos, sugando as forças dos outros.
São os ruminantes em nós que nos fazem valorizar em excesso a alimentação, o prazer da mesa, os requintes da bebida.
Há ainda o urubu que espreita a carniça das pessoas que destruímos, os cadáveres dos que derrotamos ao longo da vida.
E a preguiça, indolente.
Há os animais peçonhentos, espalhando veneno por onde passam, falando mal dos outros, levantando suspeitas, dúvidas, aleivosias, criticando impiedosamente o nosso próximo.
Todas essas forças animalescas convivem conosco, longamente. Muitas vezes tomam conta de nossa vida e cometemos atos bárbaros, dignos da animalidade mais grosseira. São forças do nosso primitivismo, que estão em nós em dimensão interna. Certamente estão ligadas ao nosso passado.
Felizmente não estamos entregues apenas a tais forças. Algumas criaturas nos falam de uma voz interior, uma voz que mora n'alma e que fala lá de dentro, do fundo do nosso ser e nos aconselha e orienta. Convida nossa atenção para que não cometamos transgressões à lei divina. Alguns a identificam como a voz da consciência. Muitas grandes almas se referem a essa voz íntima, que se manifesta sob a forma de intuição, compreensão do significado profundo das coisas, esquecimento de si mesmo, aumento da capacidade de amar e de compreender, sensação de unidade com todos os seres, e com o mundo, capacidade de entrega feliz de si mesmo, reconhecimento da finalidade da vida. Para alguns são lampejos de luz. Para outros, é luz duradoura. Os resultados são amadurecimentos, mudanças internas, estabilização emotiva, ou seja, a manutenção de um estado de espírito que permanece inalterável, sejam quais forem os acontecimentos à volta. Chama-se a isso serenidade. Muitas vezes pensamos que a serenidade está fora de nós, por exemplo, no lago tranqüilo, na brisa fresca da manhã, no vôo dos pássaros. Mas a verdadeira serenidade está dentro de nós. É o Pai em nós, como está dito nos textos sagrados: "Já não sou mais eu quem vive, mas o Pai que vive em mim" ou, então, a idéia de unidade, de integridade: "É preciso ser um com o Pai".
Esse encontro com o Pai é o verdadeiro sentido da religiosidade, uma força intrínseca, não necessariamente ligada à religião. Tal encontro nos leva a expandir a consciência, levando-nos a abrir-nos a nós mesmos, a superar os obstáculos, a abandonar-nos a nós mesmos, a ter confiança absoluta no Pai, a compreender a natureza das energias que nos envolvem, associando-as às energias divinas, assimilar tais energias, colaborar com elas, utilizá-las para a nossa transformação.
(...) As portas da evolução são abertas de dentro para fora, ou seja da intimidade da alma, do sentimento mais profundo, para a exterioridade. Enquanto não amadurecemos, valorizamos a consciência de superfície, a transitoriedade, os paradigmas sociais, os condicionamentos da vida externa.
(...) Todo amadurecimento se confirma com a experiência subjetiva de alegria, de liberdade efetiva, de vitalidade real. Nestes momentos afluem em nós torrentes de luz, de felicidade, de força, mesmo a custa de alguma aparente renúncia, de uma aparente perda, de uma aparente separação. Porque são apenas aparentes as coisas transitórias.

19 de ago de 2009

VOCÊ VIU O MILAGRE HOJE? - AÇÃO SOCIAL


Buda disse: "Se nós pudéssemos ver claramente o milagre de uma única flor, nossa vida inteira iria mudar".
Se conseguíssemos ver como as pequenas coisas nos modificam, nossa vida seria constantemente recheada de milagres...
Reflita sobre isso.


PS: trabalho realizado pelo grupo da Oficina de Reciclagem da Ação Social da Casa de Padre Pio.

Reflexão do Mes por Valéria Trigueiro

ADOÇÃO - O FILHO DA ESTRELA

Tenho prestado atenção sobre o assunto Adoção, portanto ele passeia pela minha mente e coração com intimidade e o tempo todo. Leio várias coisas sobre os, digamos, “efeitos colaterais” que pode causar, mas pouco vejo falarem sobre o ato de doação que é escolher ter um filho, ainda que ele não tenha saído do ventre de sua mãe. Saiu de um ventre sagrado, como é todo aquele que gera uma vida. Então, vocês poderiam estar se perguntando: e aquele que não conseguiu gerá-la, não seria sagrado? Claro que sim, porém nesse caso, a sacralidade está mais acima – no coração e nos braços que recebem a criança. Esta mãe não planejou a data em que o filho nasceria, não escolheu a genética perfeita, como temos visto por aí. Entretanto, escolheu ser mãe. Muitas vezes esgotou todas as formas, como inseminação artificial, tratamentos dolorosos e como não obteve sucesso, passou a prestar atenção em seus sentimentos. Interessante é que o corpo grita literalmente pelo filho, o pai tenta acompanhar e quando estão realmente em sintonia, recebem a mensagem clara como um raio de sol – adoção.

Não vemos o ventre crescer, mas podemos notar o brilho dos olhos e até alguns sintomas de gravidez na mãe que se prepara para receber seu filho que vem das Estrelas. Todos viemos, entretanto, nesses casos, é mais fácil notar, se prestarmos atenção, como a Vida vai trabalhando para colocar as pessoas certas diante do casal. É aquela criança o seu filho. Alguém emprestou-lhe o ventre para chegar à Terra e isso nada difere dos filhos chamados legítimos. Eu emprestei o meu para trazer meu filho à Terra, minha mãe emprestou o seu para que eu pudesse estar aqui. Somos veículos de Deus.

Quando alguém nasce é necessária toda uma conjunção de fatores não apenas genéticos, mas espirituais. Aquela criança precisa ter tais características físicas e principalmente emocionais para fazer sua parte naquela família. Tanto assim é que os filhos adotados têm características de seus pais não biológicos, mesmo que pouco conviva com eles por um motivo ou outro. Parece coincidência, mas não é. Quantas vezes achamos pais e filhos parecidíssimos e não são biologicamente pais e filhos? São no coração, a Natureza não engana nunca. Acho até que faz de propósito para mostrar que é Ela quem dá as ordens. A criança se parece fisicamente com o pai e tem o temperamento da mãe. Alguém pode estar pensando: “ora, por conviver com ela é o mais provável ter suas características emocionais!”. Bem, então preciso contar-lhes: conheço um menininho muito lindo que a semente que o trouxe à Terra foi plantada em dois corações – é, não foi no ventre da mãe (aquela dos braços e coração sagrados). Ela esteve com ele por dois anos e logo depois, foi chamada a trabalhar na Espiritualidade pessoalmente, isto é, não pode mais fazer parte deste mundo aqui na Terra. Dizemos que virou uma estrela, mas a verdade é que voltou para a Estrela de onde veio – aquele Planeta que habitamos antes de encarnar na Terra e para onde voltamos mais cedo ou mais tarde.

Ocorre que o menininho de quem falo tem muitas, digo, muitas características dela. Até hábitos alimentares que não tinha como aprender com dois anos. O temperamento? Às vezes acho até que a vejo quando diz as coisas de forma assertiva, com vontade forte, ninguém o convence a fazer o que não quer – a não ser que o argumento seja o amor, e que ele possa percebê-lo, senão o bico cresce, cruza os braços e fica zangado. Após alguns momentos, volta como se nada tivesse acontecido. Pensamos: “olha o filme se repetindo, só que o personagem

agora é seu filho.”

Muitas pessoas dizem: “ah... não tem mãe, que pena!” As pessoas esquecem que tem sim e como tem! O que acham que acontece com uma mãe que vê seu filho de uma perspectiva mais ampla, com distanciamento físico? O emocional, certamente está ampliado - o peso da matéria não atrapalha as ondas magnéticas do amor. Quem conheceu esta mãe sabe muito bem que transbordava de emoção. Imagina agora!

E lembremos que a Terra é feminina, é mãe. Ele vive com a mãe da mãe dele, que segundo diz-se, é mãe duas vezes. E preciso contar: existe uma outra mulher, que pasmem vocês, foi escolhida inconscientemente pela mãe para tomar conta de seu filho, mesmo sem saber que partiria (será?). Enfim, ele é amado por muitas mulheres que o maternalizam e um pai, bem, com todo respeito, tem características maternais incontestáveis.

A verdade é que não sei bem porque quis escrever tudo isso, mas creio que é a minha forma de maternalizar todos os menininhos e menininhas que foram adotados pelo amor. E incentivar aos pais que não conseguiram ainda ter “seus” filhos a olharem para os lados. Pode ser que vejam o veículo que trará sua criança, seja ele em forma de instituição, pessoas ou mesmo intuírem o caminho a percorrer até tê-los em seus braços.

Lembremos das funções que temos uns nas vidas dos outros. Com filhos não é diferente. Aliás, não é mesmo!

8 de ago de 2009

O Sol no signo de Leão

A partir das 15h do dia 22/07/2009 o Sol entrou no signo do Leão e permanecerá neste signo até 22/08/2009.

Luz do sol
Que a folha traga e traduz
Em verde novo
Em folha em graça
Em vida em força em luz

Leva no coração uma ferida acesa
Dono do sim e do não
Diante da visão da infinita beleza

(Caetano Veloso)



O Sol no signo de Leão

O Leão, segundo signo do elemento fogo, é regido pelo próprio Sol. O Sol, estrela de quinta grandeza, fogueira astral que emite raios vitais para a sobrevivência da nossa espécie sobre o solo terrestre. O sol, centro do nosso sistema planetário, doador maior, sem ele não haveria o calor que aconchega e aquece, o fruto que alimenta, as plantas e flores que purificam o ar que respiramos e trazem aromas e beleza ao nosso mundo. Não haveria a vida que conhecemos na Terra. O Sol, astro rei que foi considerado e cultuado pelos povos primitivos como o deus mais poderoso, simbolizando o poder da realeza. Na mitologia grega o deus Sol era Hélios, “aquele que brilha”: Representado por um jovem de grande beleza, com a cabeça cercada de raios, qual uma cabeleira de ouro. Percorria os céus dirigindo um carro de fogo puxado por quatro cavalos brancos em alta velocidade.
Nesse sentido, era considerado como o olho do mundo, “Aquele que tudo vê”.

Portanto, o significado mitológico do Sol é:

Centro e Circunferência, inclusive de Centro do Mundo.

Dignidade – Grandeza – Integridade - Luminosidade – Plenitude
Logos – Princípio Cósmico da Consciência.


Na astrologia o sol representa nosso ego. Sendo assim, os leoninos, quando vivem o melhor do seu signo, espelham a força da vida, a alegria de viver e demonstram essa energia com autoridade e comando. Costumam ser pessoas generosas, seguras, confiantes e nobres de caráter. É de sua natureza possuir uma boa auto-estima, um ego forte e bem estruturado. Isto os ajuda a reagir bem as dificuldades da vida e não permite que se sintam tristes e abatidos. Um sol (ego) enfraquecido, tornaria a pessoa tímida, medrosa e insegura, incapaz de se impor e mostrar o poder e autoridade naturais que a energia solar lhe confere.
Com muita vitalidade, tendem a ter boa saúde, gostam de diversão, de lazer e procuram aproveitar bem os bons momentos da vida. Na mandala zodiacal este signo rege a quinta casa que fala, entre outras coisas, dos nossos amores, dos nossos filhos, das nossas criações e dos nossos talentos e criatividade.

Os leoninos tendem a ser amorosos, apaixonados e muito devotados a tudo que se dedicam. Sendo amorosos e generosos, não é por acaso que os leoninos são do signo que rege o coração. Também por isso, as vezes mostram-se passionais ou coléricos. Como já foi dito, a energia solar traz uma grande criatividade e eles sentem prazer em fazê-la funcionar no seu trabalho e em tudo o que realizam. São bons administradores e organizados em suas tarefas.
De forma negativa, há tendência a inflação do ego e dessa forma podem mostrar-se arrogantes, orgulhosos, vaidosos, prepotentes e autoritários. Dessa forma, necessitam sempre aparecer mais que os outros, brilhar em excesso, agindo de um modo exagerado e exibicionista. A vida para eles é sempre um palco e, se não forem cuidadosos e ficarem atentos, isso pode torná-los egocêntricos e narcisistas.
A pessoa desse signo pode ter vocação para ser um bom ator, professor, palestrante, apresentador. Sente-se bem diante de uma platéia e tem o dom de convencer transmitindo sinceridade, segurança e convicção. Pode ser um showman para o bem ou para o mal, dependendo de como sua atitude, algumas vezes tendendo a um estilo grandioso, se apresenta ao mundo.

Sendo assim, podemos dizer que a pessoa com a energia de natureza fortemente yang do signo do Leão, ao vivenciar equilibradamente o seu mapa, terá à sua disposição as melhores condições possíveis, para o ser humano, de sentir-se bem consigo mesmo, de ser independente e bastar-se a si mesmo, de possuir amor-próprio e amor à vida, aproveitando com muita segurança e prazer os talentos que trouxe consigo para esta existência. Para isso, precisa amar com muita intensidade e entrega, gostar de estar apaixonado, não só por pessoas, mas também por causas as mais diversas pelas quais venha a se interessar e lutar.

Todos nós possuímos o signo do Leão em algum lugar dos nossos mapas e também o Sol brilhando em nossas mandalas zodiacais. Nesses locais temos tudo para aproveitar essa energia solar que aquece nossos corações e nos proporciona calor, cor e alegria à vida, nos dando condições de usarmos as boas qualidades que ela nos traz:

Amorosidade – Auto-estima – Confiança – Vivacidade - Nobreza de caráter – Generosidade – Autoridade - Prazer e Alegria de viver. Energia Vital



Tudo isso vale para as pessoas que possuem Sol, Lua, Ascendente, alem de Mercúrio, Marte, Vênus e alguns aspectos mais fortes do Sol em seus mapas astrais.



Estaremos vivenciando esse momento extremamente solar durante um mês. É um belo momento, propício para lapidarmos nossos egos, reforçando o que ele possa oferecer de melhor para o mundo que nos cerca. Esse ego que a divindade nos permitiu possuir para encarnar nossas almas e, por isso mesmo como toda criação, é tão sagrado quanto elas (as almas). Ele representa o herói que se faz aos poucos, construído através de uma jornada dura, intensa e sofrida até atingir o objetivo final: A tomada de consciência. Quando a consciência se expande, o herói se liberta. Cuidemos, pois, para que esse nosso ego consiga refletir toda luminosidade contida em nosso Sol Interno, vinda do nosso Centro de Luz, da ligação com o Criador. Que essa luz possa iluminar nossas vidas e as vidas das pessoas que nos são próximas, pois apesar da jornada ser solitária, os ajudantes são muitos, mesmo quando invisíveis à nossa percepção e aos nossos olhos. Nela aprendemos a receber, agradecer e compartilhar. A nos comprometermos, sem deixarmos de ser livres!
No dia de hoje, além do Sol, a Lua e o Mercúrio se encontram no signo de Leão. As emoções, os sentimentos e os pensamentos também estão inflamados. Cuidemos dos relacionamentos com carinho. Que os nossos corações estejam em chamas, brilhando de amor e generosidade!

Festa Julina Fotos

Festa Julina Casa de Padre Pio 2009

5 de ago de 2009

Educação - Dr. Içami Tiba, Psiquiatra

Palestra ministrada pelo Dr. Içami Tiba, Psiquiatra, em Curitiba, 23.07.2008


1. A educação não pode ser delegada à escola.
Aluno é transitório. Filho é para sempre.
2. O quarto não é lugar para fazer criança cumprir castigo. Não se pode castigar alguém com internet, som, tv, etc.
3. Educar significa punir as condutas derivadas de um comportamento errôneo. Queimou índio pataxó, a pena (condenação judicial) deve ser passar o dia todo em hospital de queimados.
4. Confrontar o que o filho conta com a verdade real. Se falar que professor o xingou, tem que ir até a escola e ouvir o outro lado, além das testemunhas.
5. Informação é diferente de conhecimento. O ato de conhecer vem após o ato de ser informado de alguma coisa. Não são todos que conhecem. Conhecer camisinha e não usar significa que não se tem o conhecimento da prevenção que a camisinha proporciona.
6. A autoridade deve ser compartilhada entre os pais. Ambos devem mandar. Não podem sucumbir aos desejos da criança. Criança não quer comer? A mãe não pode alimentá-la. A criança deve aguardar até a próxima refeição que a família fará. A criança não pode alterar as regras da casa. A mãe NÃO PODE interferir nas regras ditadas pelo pai (e nas punições também) e vice-versa. Se o pai disse que não ganhará doce, a mãe não pode interferir. Tem que respeitar sob pena de criar um delinquente. Em casa que tem comida, criança não morre de fome . Se ela quiser comer, saberá a hora. E é o adulto tem que dizer QUAL É A HORA de se comer e o que comer.
7. A criança deve ser capaz de explicar aos pais a matéria que estudou e na qual será testada. Não pode simplesmente repetir, decorado. Tem que entender.
8. Temos que produzir o máximo que podemos, pois na vida não podemos aceitar a média exigida pelo colégio. Não podemos dar 70% de nós, ou seja, não podemos tirar 7,0.
9. As drogas e a gravidez indesejada estão em alta porque os adolescentes estão em busca de prazer. E o prazer é i nconsequente, pois aquela informação, de que droga faz m al, não está gerando conhecimento.
10. A gravidez é um sucesso biológico, e um fracasso sob o ponto de vista sexual.
11. Maconha não produz efeito só quando é utilizada. Quem está são, mas é dependente, agride a mãe para poder sair de casa, para da droga fazer uso. A mãe deve, então, virar as costas e não aceitar as agressões. Não pode ficar discutindo e tentando dissuadi-lo da idéia. Tem que dizer que não conversará com ele e pronto. Deve 'abandoná-lo'.
12. A mãe é incompetente para 'abandonar' o filho. Se soubesse fazê-lo, o filho a respeitaria. Como sabe que a mãe está sempre ali, não a respeita.
13. Homem não gosta quando a mulher vem perguntar: 'E aí, como foi o seu dia?'. O dia, para o homem, já foi, e ele só falará se tiver alguma coisa relevante. Não quer relembrar todos os fatos do dia..
14. Se o pai ficar nervoso porque o filho aprontou alguma coisa, não deve alterar a voz. Deve dizer que está nervoso e, por isso, não quer discussão até ficar calmo. A calmaria, deve o pai dizer, virá em 2, 3, 4 dias. Enquanto isso, o videogame, as saídas, a balada, ficarão suspensas, até ele se acalmar e aplicar o devido castigo.
15. Se o filho não aprendeu ganhando, tem que aprender perdendo.
16. Não pode prometer presente pelo sucesso que é sua obrigação. Tirar nota boa é obrigação. Não xingar avós é obrigação. Ser polido é obrigação. Passar no vestibular é obrigação. Se ganhou o carro após o vestibular, ele o perderá se desistir ou for mal na faculdade.
17. Quem educa filho é pai e mãe. Avós não podem interferir na educação do neto, de maneira alguma. Jamais. Não é cabível palpite. Nunca.
18. Mães, muitas são loucas. Devem ser tratadas. (palavras dele).
19. Se a mãe engolir sapos do filho, a sociedade terá que engolir os dele.
20. Videogames são um perigo. Os pais têm que explicar como é a realidade. Na vida real, não existem 'vidas', e sim uma única vida. Não dá para morrer e reencarnar. Não dá para apostar tudo, apertar o botão e zerar a dívida.
21. Professor tem que ser líder. Inspirar liderança. Não pode apenas bater cartão.
22. Pai não pode explorar o filho por uma inabilidade que o próprio pai tenha. 'Filho, digite tudo isso aqui pra mim porque não sei ligar o computador'. O filho tem que ensiná-lo para aprender a ser líder. Se o filho ensina o líder (pai), então ele também será um líder.
23. O erro mais frequente na educação do filho é colocá-lo no topo da casa. Não há hierarquia. O filho não pode ser a razão de viver de um casal. O filho é um dos elementos. O casal tem que deixá-lo, no máximo, no mesmo nível que eles. A sociedade pagará o preço quando alguém é educado achando-se o centro do universo.
24. Filhos drogados são aqueles que sempre estiveram no topo da família.
25. Cair na conversa do filho é criar um marginal. Filho não pode dar palpite em coisa de adulto. Se ele quiser opinar sobre qual deve ser a geladeira, terá que saber qual é o consumo (KWh) da que ele indicar. Se quiser dizer como deve ser a nova casa, tem que dizer quanto que isso (seus supostos luxos) incrementará o gasto final.
26. Dinheiro 'a rodo' para o filho é prejudicial. Tem que controlar e ensinar a gastar.

1 de ago de 2009

A VIDA SECRETA DAS PALAVRAS...

Outro dia, assisti a um DVD que narrava uma história para crianças cujo título era “Coração de Tinta, o livro mágico”. A história falava de um restaurador de livros, um “médico “ dos livros , que tinha uma filha. Ele vivia em lojas de antiquários de livros procurando o livro título do filme. Quando ele descobre o livro em uma loja ,passa a ser perseguido por “personagens” maus do livro, pois ele tinha um dom que ele só descobriu quando adulto . Esses personagens o chamavam de “Língua de Prata”, pois ao contar a história desse livro para sua filha ainda bebê, sua esposa que estava ao seu lado ,subitamente, desapareceu, surgindo neste plano, os bandidos da história. Fugindo deles com sua filha, nunca mais lhe contou uma história, passando então, a procurar o referido livro destruído pelos malfeitores , que , por sua vez, não queriam regressar ao mundo descrito pela história.Por isso,, também o caçavam para que com o dom da sua palavra , pudesse dar vida ao chefe deles, através da continuação da sua leitura,. Em torno deste fantasioso enredo, foram se desenvolvendo as peripécias do Língua de Prata e a sua filha para libertarem a sua esposa e mãe e enviar os bandidos de volta de onde vieram. Realmente, uma história infantil bem movimentada...
Porém, ao assisti-la, ela me fez pensar sobre e curiosidade, o poder energético da palavra escrita e falada.Desde a antiguidade, esse poder tem sido abordado na esfera mística, e perpetuado em diversos livros infantis.
Contamos histórias para crianças visando o entretenimento delas, assim como, despertar-lhes o gosto pela leitura, desenvolver-lhes a imaginação e outras habilidades intelectuais, como atenção, memória, senso crítico e outras mais, bem como transmitir-lhes valores humanos universais.
Estimulada pela minha imaginação refleti se certos livros , devido a força vibratória de quem os escreveu e dos conteúdos abordados , poderiam constituir-se em “portais energéticos” para outras dimensões de vida, quando manuseados por pessoas sensitivas , versadas em assuntos pertinentes a energia da palavra? Recordo-me que tal tema, vem sendo , há tempos, abordado em filmes , como por exemplo, “Em algum lugar do passado” e outros , até de ficção científica.Porém, procurando nos abster desses aspectos mágicos, por si, muito envolvente, o que nós pessoas comuns poderíamos aprender com tais idéias?
Acho que tal assunto nos possibilita repensar a importância e o papel da linguagem escrita e oral em nossa vida, , com mais cuidado e atenção.
Muitas influências espirituais “nocivas” à nossa vida, percebidas como obsessões surgem e são aglutinadas pelo campo vibratório que mobilizamos à nossa volta, pelo poder dos nossos pensamentos e falas negativas , alimentados pela energia das nossas emoções de raiva, tristeza, vingança, pessimismo, ciúmes, invejas, etc...Com a continuação de tais comportamentos vamos formando um padrão vibratório invisível que funciona como um “escudo” que dificulta a entrada de influências positivas que poderiam retirar o “obsedado “do “inferno vibratório”, que ele atraiu para si mesmo, e se colocou. Porém, a contraparte também é verdadeira.
Quanto mais zelamos pela qualidade do nosso pensar, buscando nos manter mais atentos às emoções que nos mobilizam, mais temos condições de identificar àquelas que nos geram infelicidade, aprendendo a olhá-las com atenção e carinho , atentos ao que elas espelham: as nossas dificuldades ou mediocridades. Buscando agir assim, estaremos gradativamente nos capacitando a dominá-las, integrando-as ao nosso ser, assim como, ao procurarmos desenvolver as nossas virtudes estaremos construindo uma couraça vibratória protetora aos chamados “miasmas”, poeira energética formada pela negatividade que emitimos , de uma forma consciente ou inconsciente, que se acha presente à nossa volta, “ flutuando ” na atmosfera. , com cuidado e atenção
Finalizando este breve ensaio, deixo as questões abaixo descritas como estímulo ao nosso aprofundamento:
-_ Que portais energéticos costumamos acessar através da “qualidade “dos nossos pensamentos, emoções, e atitudes que tomamos em relação à nós mesmos , aos outros e, à vida?
_ Poderemos melhorar as nossas vidas , trazendo à tona , personagens “bandidos” existentes nas “cavernas escuras” de nossas almas, gerados pelos nossos desejos mais obscuros e primitivos ? Por que estaríamos dando vida a eles?
_ Posso estar me comprazendo com o efeito que eles causam à minha volta? Sinto-me “importante “pela atenção negativa que conquisto ou imponho? Ou tenho medo de encará-los ,e, assim, sempre que escapam, são enviados rapidamente às “masmorras “da minha alma,?Assim, me sinto melhor, mais seguro e equilibrado , “aparentemente” são?
Ou, ao contrário, esforço-me em identificá-los para tratá-los e curá-los , projetando neles a luz da compreensão, esperança, fé e gratidão que todos trazem , em potencial ,dentro de si, pelo Curador Interno que possuímos face a Força Criadora inerente a nós?
Denise Cristina Ribeiro Gomes

EVENTOS NA CASA DE PADRE PIO

UM CURSO EM MILAGRES, com Gary Renard, afamado autor dos "best-sellers", em 17 países, "The disappearance of the Universe" e "Your immortal Reality".

O evento terá lugar no Rio de Janeiro, dia 11 de dezembro de 2010, sábado, com duração das 11 hs. às 18 hs. (Ingressos limitados)

Todas as informações sobre o evento, estão no site
http://www.garyrenardnorio.com.br/









Guerreiros da Paz

PEQUENAS CRÔNICAS DO COTIDIANO

Você é Espiritualmente Inteligente?

No livro QS - Inteligência Espiritual, lançado no ano passado, a física e filósofa americana Dana Zohar aborda um tema tão novo quanto polêmico: a existência de um terceiro tipo de inteligência que aumenta os horizontes das pessoas torna-as mais criativas e se manifesta em sua necessidade de encontrar um significado para a vida.
Ela baseia seu trabalho sobre Quociente Espiritual (QS) em pesquisas só há pouco divulgadas de cientistas de várias partes do mundo que descobriram o que está sendo chamado "Ponto de Deus" no cérebro, uma área que seria responsável pelas experiências espirituais das pessoas.
O assunto é tão atual que foi abordado em recentes reportagens de capa pelas revistas americanas Neewsweek e Fortune.
Afirma Dana: "A inteligência espiritual coletiva é baixa na sociedade moderna. Vivemos em uma cultura espiritualmente estúpida, mas podemos agir para elevar nosso quociente espiritual".
Aos 57 anos, Dana vive na Inglaterra com o marido, o psiquiatra Ian Marshall, co-autor do livro, e com dois filhos adolescentes. Formada em física pela Universidade Harvard, com pós graduação no Massachusetts Institute of Tecnology (MIT), ela atualmente leciona na universidade inglesa de Oxford. É autora de outros oito livros, entre eles, O Ser Quântico e A Sociedade Quântica, já traduzidos para o português.
QS - Inteligência Espiritual já foi editado em 27 idiomas, incluindo o português (no Brasil, pela Record). Dana tem sido procurada por grandes companhias interessadas em desenvolver o quociente espiritual de seus funcionários e dar mais sentido ao seu trabalho.
Ela falou a EXAME em Porto Alegre durante o 300 Congresso Mundial de Treinamento e Desenvolvimento da International Federation of Training and Development Organization (IFTDO), organização fundada na Suíça, em 1971, que representa um milhão de especialistas em treinamento em todo o mundo.
Eis os principais trechos da entrevista:
O que é inteligência espiritual?
É uma terceira inteligência, que coloca nossos atos e experiências num contexto mais amplo de sentido e valor, tornando-os mais efetivos. Ter alto quociente espiritual (QS) implica ser capaz de usar o espiritual para ter uma vida mais rica e mais cheia de sentido, adequado senso de finalidade e direção pessoal.
O QS aumenta nossos horizontes e nos torna mais criativos. É uma inteligência que nos impulsiona. É com ela que abordamos e solucionamos problemas de sentido e valor.
O QS está ligado à necessidade humana de ter propósito na vida.
É ele que usamos para desenvolver valores éticos e crenças que vão nortear nossas ações.
De que modo essas pesquisas confirmam suas idéias sobre a terceira inteligência?
Os cientistas descobriram que temos um "Ponto de Deus" no cérebro, uma área nos lobos temporais que nos faz buscar um significado e valores para nossas vidas.
É uma área ligada à experiência espiritual. Tudo que influência a inteligência passa pelo cérebro e seus prolongamentos neurais.
Um tipo de organização neural permite ao homem realizar um pensamento racional, lógico. Dá a ele seu QI, ou inteligência intelectual. Outro tipo permite realizar o pensamento associativo, afetado por hábitos, reconhecedor de padrões, emotivo. É o responsável pelo QE, ou inteligência emocional.
Um terceiro tipo permite o pensamento criativo, capaz de insights, formulador e revogador de regras.
É o pensamento com que se formulam e se transformam os tipos anteriores de pensamento.
Esse tipo lhe dá o QS, ou inteligência espiritual.
Qual a diferença entre QE e QS?
É o poder transformador. A inteligência emocional me permite julgar em que situação eu me encontro e me comportar apropriadamente dentro dos limites da situação.
A inteligência espiritual me permite perguntar se quero estar nessa situação particular.
Implica trabalhar com os limites da situação. Daniel Goleman, o teórico do Quociente Emocional, fala das emoções. Inteligência espiritual fala da alma. O quociente espiritual tem a ver com o que algo significa para mim, e não apenas como as coisas afetam minha emoção e como eu reajo a isso.
A espiritualidade sempre esteve presente na história da humanidade.
No início do século 20, o QI era a medida definitiva da inteligência humana.
Só em meados da década de 90, a descoberta da inteligência emocional mostrou que não bastava o sujeito ser um gênio se não soubesse lidar com as emoções...
A ciência começa o novo milênio com descobertas que apontam para um terceiro quociente, o da inteligência espiritual.
Ela nos ajudaria a lidar com questões essenciais e pode ser a chave para uma nova era no mundo dos negócios.
Dana Zohar identificou dez qualidades comuns às pessoas espiritualmente inteligentes. Segundo ela, essas pessoas:
1. Praticam e estimulam o autoconhecimento profundo
2. São levadas por valores. São idealistas
3. Têm capacidade de encarar e utilizar a adversidade
4. São holísticas
5. Celebram a diversidade
6. Têm independência
7. Perguntam sempre "por quê?"
8. Têm capacidade de colocar as coisas num contexto mais amplo
9. Têm espontaneidade
10. Têm compaixão